6 Lugares para andar de skate em SP: descubra as melhores pistas!

| |

O Skate foi uma modalidade esportiva muito marginalizada por muitos anos, tanto que não haviam tantos locais para os skatistas praticarem e por isso eles eram obrigados a usarem as ruas e praças das cidades. Contudo, eram constantemente vistos como vândalos e marginais pela população e pelas autoridades, sendo abordados para questionamentos e até expulsos de locais públicos pela polícia militar ou guarda municipal.
Mas esse cenário vem mudando e, atualmente, já existem diversas pistas, muitas públicas, em várias das cidades brasileiras. Hoje, a Skate dos Sonhos quer trazer para você os melhores lugares para andar de skate em SP, a maior capital da América Latina.

Confira os 8 melhores lugares para andar de skate em SP!

Nada melhor do que poder praticar o seu esporte sem ser incomodado em um espaço pensado para isso, não é mesmo?! É por isso mesmo que decidimos fazer essa lista, trazendo locais de São Paulo que você precisa conhecer e rodar com seu carrinho. Confere aí!

1. Skatepark da Vans!

A Vans, umas das marcas mais consolidadas no universo do skate, procurou o Governo do Estado de São Paulo para uma parceria em projeto para viabilizar a construção de uma pista de skate pública e gratuita na cidade de São Paulo, com uma estrutura completa com banheiros, bebedouros, estacionamento (pago) e até segurança.
Então, em junho de 2018, foi inaugurada a Vans Skatepark no Parque Cândido Portinari ao lado do Parque Villa-Lobos. Projetada especialmente para a modalidade park, a pista tem cerca de 830 metros quadrados e já recebeu competições internacionais, como a final do mundial da modalidade em 2019, recebendo alguns dos melhores skatistas do mundo.
Para você dar uma volta na pista, confira como é o funcionamento:


Funcionamento
: todos os dias da semana, das 5h30 às 19h.
Endereço
: Avenida Queiroz Filho, 1365, Vila Hamburguesa.

2. Pista da Chácara do Jockey

Inaugurada em 2016, é uma pista diferenciada desde a sua concepção, seu planejamento teve a participação direta da população da região do Butantã. Então, a Prefeitura de São Paulo aceitou projetar um Skatepark no local para atender os jovens que ansiavam por um local para praticar as modalidade de skate, patins street e BMX.
Esta pista é bem completa, construída em uma área 1,4 mil m² com vários obstáculos para a prática do street e também conta com um bowl para quem gosta de se arriscar na modalidade. E a Pista da Cháraca do Jockey já recebeu competições profissionais, como o Oi Stu Qualifying Series e o Vans Waffle Series, justamente por ser constantemente lembrada pela qualidade dos obstáculos e pela boa estrutura do parque como um todo. Confira o horário que você consegue dar um rolê na pista:


Funcionamento
: todos os dias, das 6h às 18h.
Endereço
: Av. Prof. Francisco Morato, 5257, Vila Sônia, no Parque Chácara do Jockey.

3. Centro de Esportes Radicais!

Localizado na marginal Tietê, o famoso Centro de Esportes Radicais é um complexo com várias pistas para a prática do skate, tendo como opções: minirrampabowl com inclinação de 90 grausBanks e parte da modalidade street com diversos obstáculos. A estrutura conta com cerca de 38 mil m² e ainda tem outras atrações para quem prefere outras atividades como parkour, BMX, exercícios ao ar livre, caminhadas.
Além disso, o Centro ainda tem toda uma estrutura de apoio com banheiros, bebedouros, segurança, estacionamento gratuito e um ginásio de sumô ao melhor estilo do Japão. Confira o funcionamento:


Funcionamento
: todos os dias, das 8h às 22h.
Endereço
: Avenida Presidente Castelo Branco, 5.700, Bom Retiro.

4. Farol Santander

Você acreditaria se a gente te contasse que é possível andar de Skate em uma pista no 21º andar de um edifício de São Paulo? Sim, isso é possível graças a um projeto idealizado por um dos nossos skatistas mais famosos do mundo, o brasileiro Bob Burnquist.
Assim é o Farol Santander, que foi projeto a partir da revitalização do Prédio do Banespa, e além de diversas outras atrações como bar, espaço para exposição de arte, museu, lojinha, tem uma pista de skate com mais de 300m² cheia de rampas e obstáculos em um circuito Street irado. A programação inclui aulas regulares e horários para livre uso do público, com capacidade simultânea para até 12 pessoas.


Funcionamento
: todos os dias, das 9h às 17h.
Endereço
: Rua João Brícola, 24 – Centro Histórico, São Paulo – SP.

5. Parque Zilda Natel (Pista do Sumaré)

Bem próximo à estação Sumaré do Metrô (Linha 2 – Verde), fica localizado o Parque Zilda Natel, popularmente conhecido como Pista da Sumaré. Uma área pensadas para os skatistas da região, o espaço conta com mais de 2 mil m² com diversos obstáculos para a modalidade street, como savana, escadarias e corrimãos, além contar também com half pipe, funbox, banks e bowl.
Este parque foi inaugurado em 2009 e também possui toda uma estrutura para outras práticas de exercícios físicos, como academia para terceira idade, quadra de basquete, aparelhos de ginástica laboral, mesas para jogos de tabuleiro e até mesmo Wi-Fi gratuito.


Funcionamento
: todos os dias, das 9h às 21h
Endereço
: Avenida Dr. Arnaldo, 1250, Sumaré.

6. BowlHouse

sta são pistas, verdadeiramente, radicais que você encontrar em dois endereços: na Vila Mariana e em Pinheiros. A BowlHouse, como o próprio nome já indica, conta com pistas em forma de bowls, que são indicados para skatistas um pouco mais experientes. Os espaços também possuem bar e costumam receber shows e exposições, que são recomendadas para adultos.
Skatistas iniciantes também podem andar na pista, mas é recomendado que participem de aulas particulares que acontecem sempre que a pista está aberta com valores e horários sob consulta. Para andar na pista, qualquer pessoa paga a quantia de R$20 por um dia todo, com direito a uma consumação no mesmo valor.


Funcionamento
: de domingo a quinta, das 9h às 23h45; e às sextas e aos sábados, das 9h à 1h.
Endereços
: Rua Morgado de Mateus, 652 (Vila Mariana); e Rua Padre Carvalho, 696 (Pinheiros).

Dica extra: aproveite também os espaços públicos de SP!

Além dessas pistas iradas, que são ideais para a prática do nosso esporte tão amado, São Paulo também é repleta de praças públicas, onde o skate é muito presente todos os dias. Anote aí algumas que você pode conhecer:

– Praça Roosevelt: depois a reforma, a praça Roosevelt vem atraindo cada vez mais skatistas por causa do piso muito liso e dos corrimões que compõe a estrutura do local. O espaço está sempre cheio de jovens em todos os horários, já que é um local público e livre o dia todo.

Praça Roosevelt – São Paulo /SP

– Parque da Independência: apesar de não possuir nenhuma pista, muita gente procura o parque para a prática do skate, já que ele possui diversas rampas, que são perfeitas para a modalidade downhill e também passeios tranquilos de longboard. A Independência tem horário reservado para os skatistas nos finais de semana e feriados (um luxo!), quando a ladeira é liberada das 5h às 12h e depois das 17h. Nos outros dias da semana, a prática também é liberada no horário normal de funcionamento do parque, das 5h às 22h.

– Parque do Ibirapuera: o Ibirapuera também é conhecido como a praça dos skatistas em São Paulo, já que eles dominam as marquises e escadarias do Ibirapuera. Muita gente frequenta o parque só para andar de skate, bike, e patins, justamente por que lá o local conta com um piso muito liso, que facilita a prática do skate. A marquise fica localizada no núcleo central do Parque, onde você pode encontrar o Museu Afro Brasil, o Pavilhão das Culturas, a OCA e a Bienal.

– Parque da Juventude: é uma excelente opção para iniciantes e para os mais experientes, já que se trata de uma área exclusiva com pistas para as modalidades street e vertical, sendo aberto ao público de segunda a sábado, das 6h à 0h, e no domingo, das 6h às 22h.

E aí, curtiu a nossa lista com os melhores lugares para andar de skate em SP? Esperamos que sim! Que você possa conhecer todos eles e dar aquele rolê com o seu skate pelas pistas e obstáculos que são incríveis para quem ama esse esporte!

Autor: Jhon Alvarez

Você pode me chamar de Jhon Alvarez, mas no mundo do skate alguns me conhecem como Winie: muito prazer! Eu tô nesse mundo desde 2005, quando iniciei nos campeonatos e conquistei meu primeiro patrocínio.

Anterior

Como fazer tie dye? Aprenda a criar camisas nessa tendência!

Deixe um comentário